Make your own free website on Tripod.com

Imprimir página

As competições não são o objetivo final do Karatê. Elas são um meio para que o praticante faça sua auto avaliação técnica e emocional. Não importa que o indivíduo ganhe ou perca, o relevante é o seu crescimento como praticante e como pessoa.

O que se analisa e se exige dos lutadores em uma competição de Karatê é a eficiência na execução dos movimentos, ou seja, a dinâmica corporal utilizada para se aplicar os golpes, e não tão somente a velocidade ou o contato. Isso exige um grande domínio físico (postura, força) e mental (kime, zanshin) por parte do lutador. "Perder-se na beleza dos movimentos ou apenas buscar pontos numa luta não levam à perfeição!" [Nakayama]

Por isso, numa competição de Karatê não existe divisão de pesos. O lutador cujo físico é pequeno poderá vencer o grande, se for treinado de maneira correta. Ele deverá estar preparado para enfrentar qualquer adversário, seja qual for o seu tamanho.

As modalidades de competição são:

marcador

Kata - execução de seqüências pré-determinadas de defesa e ataque, com aplicações (para equipes).

marcador

Kumite - combate individual ou por equipes.

marcador

Enbu - teatro marcial; aplicação dinâmica das técnicas de Karatê (em duplas).

marcador

Rapiokai - teatro marcial; quase igual ao "ENBU", a diferença é que é de três pessoas acima.

marcador

Fuku Go - disputa individual que engloba Kata e Kumite (alternando a cada rodada).

Karatê Unaí

www.karateunai.cjb.net

karateunai@bol.com.br